Reservas

Telefone 289 414 604

E-mail cinereservas@cm-loule.pt

Pensar, criar e encenar uma ópera nova no séc. XXI é um exercício de persistência num género há muito descontinuado. Se na idade adulta já temos pouca familiaridade com este género, em criança então ainda menos. É legítimo supor que todas as crianças que verão esta ópera estarão a ter o primeiro contacto com o género.

Piccolo Bambino Monte Verde é um rapaz enfadado pela sua invulgar sorte: filho de dois Cantores de Ópera vive ele próprio dentro de uma Ópera que nunca acaba, com a música de fundo de uma Orquestra que pauteia cada gesto que faz, e a todos os minutos do dia, sob a direção de um Maestro atento, que rege cada um dos seus passos (desde que acorda até se deitar). Aborrecido com esta condição, e farto de ouvir ininterruptamente árias, cavatinas, intermezzos e afins (imagine-se o que é ser-se acompanhado por uma Orquestra quando se quer simplesmente ler um livro de Banda desenhada, tomar banho, ou fazer chichi), ou de ser arrastado para aventuras épicas ou intrigas e tropelias pelo seu Pai BELLINI BEL CANTO (um ex-barbeiro em Sevilha) e a sua Mãe FAUSTINA BALÃO, uma verdadeira Diva barroca (não confundir com “divã barroco”, ela fica muito zangada!), PICCOLO sonha com a possibilidade de vir a ser Ilusionista e descobrir o truque que roube as cantorias das bocas da sua família apenas com um estalar de dedos!

Até que um dia o Gato de estimação de Faustina Balão: Don Giovanni al Latte, desaparece misteriosamente. Precisamente no dia em que BELLINI BEL CANTO e FAUSTINA BALÃO celebram as Bodas de Prata, e que BELLINI BEL CANTO prepara uma surpresa para a sua amada FAUSTINA: entregar-lhe um anel que sele o seu casamento até à eternidade. Numa sequência de peripécias, PICCOLO BAMBINO e TOSCA – a empregada da Família – terão de encontrar DON GIOVANNI, sem que as Bodas de Prata sejam arruinadas, mas entre mentiras e intrigas, o anel desaparece! Durante as Bodas Orquestra vai ser hipnotizada, o Cão vai fazer de gato e até o Maestro é metido ao barulho… Afinal, na Ópera não há limites para o imprevisto…

Co-produção LU.CA – Teatro Luis de Camões, Cineteatro Louletano, Centro Cultural Vila Flor, Centro de Arte de Ovar, 23 Milhas e Teatro do Eléctrico.

Ficha Técnica

Libreto Ana Lázaro
Música Martim Sousa Tavares
Encenação Ricardo Neves-Neves

Com André Henriques, Cátia Moreso, Sílvia Filipe (cantores) e Ricardo Raposo

Ensemble de 8 músicos (a definir)
Maestro Martim Sousa Tavares

Cenografia Henrique Ralheta
Figurinos Rafaela Mapril
Desenho de Luz José Álvaro Correia
Teaser Eduardo Breda

Produção e Comunicação Mafalda Simões
Parceiros Billyboom, Convento Inn and Artist Residencies - convento.pt, Frescos Produções, Make it Happen, Pecosita-Pepito, CML/Pelouro da Cultura no âmbito do RAAML/Polo Cultural Gaivotas
Co-Produtores LU.CA - Teatro Luis de Camões, Cineteatro Louletano, Centro Cultural Vila Flor, Centro de Arte de Ovar, 23 Milhas e Teatro do Eléctrico

60 MIN | M/6 Ópera para a infância e juventude

Apresentações

ESTREIA | Loulé, Cineteatro Louletano – 19 e 20 NOV, 2021

Guimarães, Centro Cultural Vila Flor – 25 a 27 de NOV, 2021

Lisboa, LU.CA - Teatro Luís de Camões – 8 a 20 DEZ, 2021

Ovar, Centro de Arte de Ovar – 2022

Ílhavo, Casa da Cultura de Ílhavo - 2022

Outros espetáculos